Categorias
Cuidados com idosos Frontpage Article News

Sono: o que você precisa saber

O jornal Folha de S. Paulo recentemente publicou uma série de perguntas e respostas sobre um dos atos mais importantes para melhorar a saúde: um bom sono.

  1. Acordar na madrugada e voltar a dormir em seguida compromete a saúde?

Se dormir de novo, se houver poucos despertares e se o sono for reparador não. No caso de respostas negativas, melhor procurar ajuda médica.

  1. Como pegar naturalmente no sono, sem remédios?

A terapia comportamental é o mais importante tratamento sem remédios, e pode trazer dicas personalizadas que ajudarão.

  1. Doenças como Mal de Parkinson e o uso de medicamentos como benzodiazepínicos podem prejudicar o sono?

Parkinson pode causar insônia, que pode ser aliviada com o tratamento da doença. Benzodiazepínicos, relacionados ao Mal de Alzheimer, podem alterar o sono, e sua administração e redução só devem ser feitas com orientação médica.

  1. Dormir demais pode causar problema de saúde?

Sonolência excessiva precisa ser observada do ponto de vista médico. É preciso avaliar se a pessoa tem apneia (breve interrupção da respiração) ou doenças como depressão ou hipersonia (excesso de sono).

  1. Há contraindicação para uso de melatonina? Não, mas a indicação deve ser precisa. Pode funcionar melhor, por exemplo, para distúrbios de ritmo de sono, em idosos com baixa produção de hormônio, trabalhadores em turno e jet lag (alteração do ritmo biológico após mudanças de fuso horário).
  2. Por que, às vezes, quatro horas de sono nos fazem descansar mais do que um sono de dez horas?

Porque um período bem dormido (preferencialmente à noite) depende da quantidade de horas e da qualidade. Se a pessoa dormir poucas horas, mas passar por todos os estágios do sono, acordará bem. A quantidade varia, mas em geral é entre sete e nove horas.

  1. O que pode causar pesadelos diários?

Pesadelos são considerados distúrbios do sono e podem ter causa biológica (exemplo: problema de saúde) ou psicológica. Se a pessoa recebeu recomendação de usar CPAP*, é provável que tenha apenas apneia do sono, que pode causar sufocamento – e, nesse caso, os sonhos podem acompanhar o desconforto respiratório.

  • CPAP é um compressor de ar silencioso, usado no tratamento de apneia do sono obstrutiva. O nome da máquina é a abreviação em inglês de Continuous Positive Airway Pressure (pressão positiva contínua nas vias aéreas, em português).